Maturidade é ter o poder de controlar a raiva e de resolver divergências
sem violência nem destruição.

Maturidade é ter paciência e disposição para abrir mão de um prazer
imediato, com vistas a uma vantagem a longo prazo.

Maturidade é ter perseverança, é empenhar-se a fundo num programa,
a despeito da oposição e dos contratempos desalentadores.

Maturidade é ter abnegação, é atender às necessidades alheias.

Maturidade é ter a capacidade de enfrentar o desagradável e a
decepção sem nos tornarmos amargos.

Maturidade é ter humildade. Uma pessoa madura consegue dizer:
"Perdoe-me." E, quando fica provado que estava com a razão, não
sente a necessidade de se vangloriar: "Eu não disse?"

Maturidade significa credibilidade, integridade e cumprimento da
palavra.

Os imaturos encontram pretexto para tudo. São os retardatários
crônicos, os contadores de vantagens, que falham no momento das
crises. A vida dessas pessoas é um emaranhado de promessas não
cumpridas, assuntos inacabados e amizades desfeitas.

Maturidade é ter a capacidade de viver em paz com o que não se pode
mudar.