Bem, eu nunca fui aquela criança de chamar à atenção…Eu também nunca fui tão esperta…Eu era alta, magrela, desengonçada, tímida, ingênua… Tinha até apelidos, de Olivia Palito, Magricela…risos… Existiam até aqueles que arriscavam não apostar tanto ou nada por mim…daqueles tipo que vão muito pela aparência…Eu na verdade era muito tola, aceitava tudo dos outros, quando eu era injustiçada chorava caladinha em meu canto, mas nada que uma boa conversa com meu Papai do Céu não resolvesse.

Das minhas irmãs, bem, o que posso dizer, é que eu era uma adolescente problema… e olha que eu não aprontava, não costumava mentir, não namorava escondido, na verdade eu nem namorava, era estudiosa e muito esforçada, os professores sempre me elogiavam e os vizinhos também…rs… Meu problema era outro, ser muito respondona, geniosa, personalidade forte, e sempre achava que ninguém me entendia, coisas de adolescente…

Mas o tempo passou e eu crescir… Das coisas que restaram acho que só mesmo um pouco da ingenuidade e a bipolaridade, rs… O resto foi ficando para trás… Deixei de ser tola, manipulada, magricela, tímida e não permitia mas que as pessoas falassem o que quisessem ao meu respeito, falando nessas “pessoas”, o que posso falar, é que o mundo dá muitas voltas e os que “pareciam ser espertos, bonitos e inteligentes na verdade foram muitas vezes tolos em suas atitudes ou comportamentos”.  

A cada dia que passa tenho aprendido a ser uma pessoa melhor, ou pelo menos tentado ser uma pessoa melhor e isso é claro requer um pouco de paciência, não é assim de uma ora para outra… Não sei se já sou esperta…Mas graças ao meu BOM DEUS, Aquele com o qual eu conversava quando ainda era criança, chorava debruçada, ajoelhada aos pés da minha cama, que me ouvia sempre nos momentos bons e ruins, me dava inúmeros conselhos e que se tornou meu Melhor Amigo é por Ele que hoje estou aqui Feliz da Vida, e a Ele agradeço por todas as minhas conquistas, VALEU MESMO A PENA ESPERAR.