Você faz parte da geração Y?

O ingresso no mundo profissional é caracterizado por um período de adaptação e conhecimento da realidade do trabalho, na qual as aptidões, objetivos e valores do novo profissional são testados à medida que este entra em contato com o aspecto irracional e político da organização, e trabalha em equipe com pessoas dos mais variados perfis e formações.

 

– Geração Y (1977 a 2000) – 31 a 8 anos: são as pessoas que nasceram na época da tecnologia e da ecologia. Cresceram com ações de terroristas e por isto têm uma percepção de mundo perigoso. Como suas mães trabalhavam estiveram na pré-escola desde os quatro meses. Caracterizam-se por: apreciarem a maneira de ser dos pais e cobrarem seus direitos; conhecem mais de tecnologia que as gerações anteriores; aceitam de forma natural a diversidade de raças, religiões e ambientes; são ecologicamente corretos e socialmente justos; são auto-confiantes e otimistas quanto ao futuro; são agitados, inquietos, ansiosos e impacientes; desenvolvem tarefas múltiplas; vivem com sobrecarga de informações, dificultando a correlação de conteúdos e desenvolvendo uma visão fragmentada e desorganizada; buscam equilíbrio entre a vida pessoal e profissional; trazem entusiasmo ao ambiente de trabalho; querem trabalhar e aprender; detestam autoritarismo, não respeitam cargos nem currículos, admiram a competência real, a coerência e o comportamento ético; têm necessidade de queimar etapas. Esperam que seus gestores os tratem como colegas e não como adolescentes; reconheçam positivamente suas competências quando atingem as metas acordadas; estabeleçam uma via de mão dupla de aprendizado, trocando conhecimentos num clima de cordialidade e colaboração; pratiquem o que pregam e sejam coerentes com seus discursos e cumpram as promessas estabelecidas.