Noruega lidera ranking mundial da paz; Brasil é o 83º
 

O Iraque ficou em último lugar no ranking de paz da EIU
A Noruega, a Nova Zelândia e a Dinamarca estão no topo da lista dos países mais pacíficos do mundo, compilada pela consultoria britânica Economist Intelligence Unit (EIU) e divulgada nesta quarta-feira.

O Brasil aparece em 83º lugar das 121 nações analisadas.

Em relação aos demais países latino-americanos, o Brasil fica na 14ª posição entre 21 nações. A melhor colocação no grupo é do Chile, na 16ª posição.

O países com pior desempenho são Iraque, Sudão e Israel.

RANKING DA PAZ
1. Noruega
2. Nova Zelândia
3. Dinamarca
4. Irlanda
5. Japão
14. Suíça
16. Chile
22. Omã
24. Uruguai
34. França
35. Vietnã
40. Gana
49. Grã-Bretanha
50. Moçambique
52. Argentina
67. Croácia
83. Brasil
84. Sérvia
96. Estados Unidos
102. Venezuela
116. Colômbia
117. Nigéria
118. Rússia
119. Israel
120. Sudão
121. Iraque
Fonte: Economist Intelligence Unit

O ranking – segundo a EIU, inédito – foi feito levando em consideração 24 indicadores como níveis de violência, crime organizado e gastos militares.

Também foram analisados fatores sociais como democracia, transparência, educação e entendimento dos determinantes que criam ou sustentam a paz.

Os Estados Unidos, com pesados gastos militares, ficaram na 96ª posição. A Grã-Bretanha, no 49º lugar.

Pequenos e estáveis

O ranking recebeu o apoio de personalidades como o Dalai Lama e o ex-presidente americano Jimmy Carter.

A EIU diz ter desenvolvido uma metodologia para medir a paz de uma forma consistente ao redor do mundo. Analistas e especialistas em paz participaram do projeto.

Foi constatado que países pequenos e estáveis que fazem parte de um bloco regional, como a União Européia, são mais pacíficos.

Concluiu-se ainda que os principais determinantes para a paz interna de um país são renda, educação e integração regional.

Não existe um fator externo comum que faça uma nação registrar a falta de paz externa.