Uma Linda Sociedade Descartável

 

Compromisso

 

“ Se não querem o bebê, abortam, se não querem o cônjuge, se divorciam, se não querem o vovô o colocam em casas de repouso.

 

Que sociedade é esta marcada pela falta de compromisso… Os bons tempos se foram onde respeitar os compromissos era essencial. Ouço sempre os mais idosos dizendo que tempos atrás os parceiros eram escolhidos desde sua tenra idade, quando cresciam eram ou obrigados a casar ou casavam de forma espontânea. Os que amavam casavam e os que não amavam casavam também, e com o tempo até aprendiam a amar, de certa forma era a maneira que estes achavam para honrar seus compromissos.

Hoje boa parte da população mundial sofre de depressão, pesquisas revelam que o divórcio é uma das maiores causas de sofrimento na vida das pessoas. Estas se casam e se dão em casamento como se fosse um contrato, uma aventura a dois, uma tentativa quem sabe para ser feliz! Riem de alegria na grande festa e choram de tristeza na despedida da separação, cadê o compromisso?

Naquele tempo falar em aborto era mistério, tudo às escondidas, hoje, fala-se de aborto de forma natural, vida tirando outras vidas, hoje querem dar direito ao ser humano de matar ou não outro ser humano, ainda dizem depois não que são assassinos, cadê o compromisso?

Os idosos um dia também já foram crianças, adolescentes e jovens que nem nós, hoje só porquê envelheceram “e não servem mas pra nada, só pra encher a paciência”, os colocamos em casas de repouso. Muitas vezes são pais, que criaram seus filhos com tanta ostentação e carinho, outros que ainda sustentam ou pagam as contam dos netinhos e alguns enteados. Mesmo assim, são tirados de seus lares que viveram por décadas e colocados em azilos e ali esquecidos por seus familiares até o fim de suas vidas. Cadê o compromisso?

“Se não querem o bebê, abortam, se não querem o cônjuge, se divorciam, se não querem o vovô o colocam em casas de repouso.

Uma linda sociedade descartável.

 

 

 

Núbia Bandeira