Cânticos de experiência – 5

Eu sou do meu amado, e ele tem saudades de mim. Cânt. 7:10.

O Cântico de Salomão é um inspirado cântico de amor. Ele fala do compromisso do amor. O amor não é uma emoção sentimental baseada na atração física. Não é um sentimento superficial centralizado no exterior. O amor é um compromisso duradouro baseado no caráter do outro. O amor é uma atração divina entre dois indivíduos.

O amor é apaixonado com respeito a quem se ama. O amor nunca será casual, complacente ou passivo. O amor é sempre ativo, sempre em busca.

No Cântico dos Cânticos, a pessoa apaixonada canta: "Encontrei logo o amado da minha alma; agarrei-me a ele e não o deixei ir embora." Cânt. 3:4. "O meu amado é meu, e eu sou dele." Cânt. 2:16. O amor genuíno e autêntico é um compromisso apaixonado com o ser amado. Essa paixão, esse compromisso, essa dedicação caracterizam todo o cristianismo genuíno. Cristianismo genuíno não é algo artificial. É uma experiência real com Jesus. É possível ter a "forma exterior sem a paixão interior". Hoje, Deus está nos chamando para uma experiência interior, de coração, com Ele.

Entre os anos 500 e 700 d.C., a igreja irlandesa era sinônimo de fervor espiritual. Os primeiros cristãos celtas enfatizavam a presença de Deus na vida deles. Seus hinos e poemas refletem sua profunda piedade e seus encontros pessoais com Deus. As orações desses primeiros celtas cristãos revelam a possibilidade de haver um relacionamento amoroso, uma real amizade com Deus.

Por amor ligado a nós, Deus deseja nossa afeição. Ele deseja nossa amizade. Ele nos chama para o cristianismo autêntico. Nas palavras do antigo hino celta: "Sê Tu minha visão, ó Senhor do meu coração; nada me salva, a não ser Tu; de dia e de noite, Tu és o meu melhor pensamento; ao levantar e ao deitar, Tua presença é minha luz."

Salomão estava certo. O amor não nos permite outra escolha senão sermos apaixonados por aquele a quem amamos. Nós O desejamos, Ele nos deseja. Estamos contentes com Ele, e Ele está contente conosco. Somos Seus fiéis amigos agora e por toda a eternidade.


12 de setembro Terça-feira

Cânticos de experiência – 6

Perto está o Senhor dos que têm o coração quebrantado. Sal. 34:18.

A vida de Louisa mudou de um instante para o outro. Em um momento, ela estava deitada ao sol, ouvindo as ondas do mar quebrarem-se na praia de Long Island; no momento seguinte, ela estava horrorizada. Ela e o marido, junto com a filha de 4 anos, ficaram petrificados quando ouviram os tétricos gritos de um menino que se afogava. O marido de Louisa tentou salvá-lo, mas o menino o puxou para debaixo d’água. Ambos se afogaram, enquanto Louisa e sua filhinha olhavam em pavorosa agonia.

Louisa Stead era uma imigrante. Ela e o seu marido tinham vindo recentemente para Nova Iorque com a filha em busca de uma vida melhor. Agora, ela se sentia uma mulher estranha, em uma terra estranha, sem familiares, sem amigos e sem apoio. Ela não tinha ninguém para ajudá-la, a não ser o Senhor. Ela e a filha viviam na mais completa pobreza. Às vezes, não tinham quase nada para comer. Uma manhã, todos os seus recursos chegaram ao fim. Já não havia comida nem dinheiro. Depois de fervorosamente buscar o Senhor, Louisa abriu a porta da frente da sua casa. Para sua surpresa, ela descobriu que alguém havia deixado comida e dinheiro em sua escada. Com profunda gratidão, ela escreveu este hino:

"Que prazer é ser de Cristo, / nEle crer e confiar / aceitar os Seus ensinos, / Sua paz e amor gozar! / Cristo! Cristo! Já confio / em Teu nome, em Teu poder. / Cristo! Cristo, bem-amado, / faze em mim a fé crescer!" – HASD, nº 271.

A vida de confiança é um prazer. Ela nos alivia de toda a massacrante ansiedade. Ela nos livra da preocupação paralisante. Ela afasta a escuridão deprimente que tira o brilho dos nossos olhos e a alegria de nossa alma. "Quando, pela fé nos apoderarmos de Sua força, Ele mudará, mudará maravilhosamente a mais desesperada e desalentadora perspectiva. Assim fará, para a glória de Seu nome." – Testemunhos Para a Igreja, vol. 8, pág. 12.

Assim como Louisa, também nós podemos viver uma vida de prazerosa confiança. Nas circunstâncias difíceis da vida, também nós poderemos cantar: "Sim, feliz eu sou em Cristo, / dEle aqui desejo ser; / quero, pois, humildemente, / ao Senhor obedecer."


13 de setembro Quarta-feira

Cânticos de experiência – 7

Sede vigilantes, permanecei firmes na fé, portai-vos varonilmente, fortalecei-vos. I Cor. 16:13.

O apóstolo Paulo sabia o que significava permanecer firme na fé. Ele foi perseguido, açoitado, aprisionado e apedrejado. Esteve em um naufrágio, passando o dia e a noite lutando para sobreviver. Ele experimentou um mal físico ao qual chamou de "espinho na carne". II Cor. 12:7. Em meio a todas estas provações, o apóstolo Paulo escreveu: "Por causa disto, três vezes pedi ao Senhor que o afastasse de mim. Então, Ele me disse: A Minha graça te basta." II Cor. 12:8 e 9.

Paulo enfrentou a oposição mediante a graça de Deus. Ele passou por provações mediante a graça de Deus. Ele aceitou males físicos mediante a graça de Deus. O corajoso apóstolo permaneceu firme mediante a graça de Deus. Paulo apelou aos cristãos do Novo Testamento para permanecerem firmes. Esse era um dos seus temas favoritos.

Em 1858, um reavivamento inspirado pelo Espírito tomou as igrejas da Filadélfia. Todas as manhãs e todas as noites, havia cultos nas igrejas por toda a cidade. O Espírito de Deus movia-Se com grande poder. Um evangelista de 29 anos, Dudly Tyng, estava no centro desse reavivamento. Ele pregou para mais de 5.000 pessoas.

Quatro dias após pregar o mais poderoso sermão de sua vida, ele foi fatalmente ferido em um acidente. Em seu leito de dor, moribundo, com alguns dos seus colegas pastores ao seu redor, o Pastor Tying ainda pensava naqueles que haviam tomado uma decisão por Cristo. Suas últimas palavras foram: "Diga-lhes que se levantem por Cristo."

No domingo seguinte, um dos seus ministros, George Duffield, pregou sobre Efésios 6:10 e 14: "Quanto ao mais, sede fortalecidos no Senhor e na força do Seu poder. Estai, pois, firmes, cingindo-vos com a verdade e vestindo-vos da couraça da justiça." No fim do seu sermão, o Pastor Duffield fez um emocionante apelo baseado em um poema que acabara de escrever, intitulado "Lutai por Cristo".

"Lutai, lutai por Cristo! / Soldados sois da cruz. / Alçai Seu estandarte, / fazei brilhar a luz, / a fim de que outros vejam / o amor que nos conduz / à mais feliz vitória, / com Deus e com Jesus!" – HASD, nº 345.

Continue firme! Permaneça firme! Não desista nunca! Este é o momento de erguer-se por Jesus.


14 de setembro Quinta-feira

Quando tudo está contra você – 1

Observai as aves do céu… Porventura, não valeis vós muito mais do que as aves? Mat. 6:26.

Tendo crescido em um gueto urbano, a jovem Ethel não parecia ter muitas chances de encontrar um retrato saudável de Deus em lugar nenhum. Na infância, nunca se sentiu amada e compreendida. Ainda uma menina, Ethel vagava à toa pelas ruas. Tornou-se líder de uma gangue e, mais tarde, começou a fazer ponto nas proximidades de clubes noturnos.

Ethel sentiu-se atraída por um pedaço de terreno santo: uma igreja local na qual a congregação cantava e o pastor pregava com grande poder e eloqüência. Mais do que qualquer outra coisa, ela desejou estar mais próxima de Deus e sentir Sua presença.

E foi assim que Ethel começou a freqüentar os cultos de reavivamento. Ela começou a orar noite após noite, depois das reuniões. Aquela jovem vazia foi cheia de uma paz que nunca imaginara existir. Ela percebeu que era exatamente isso que vinha buscando por toda sua vida.

Ethel Waters veio a tornar-se uma das cantoras evangélicas mais queridas da América. Por muitos anos, ela partilhou sua fé nas campanhas evangelísticas de Billy Graham. Ela sempre sentia que Deus estava muito perto, velando por ela. Esta realidade era expressa em sua música mais característica: "Seus Olhos Sobre o Pardal."

Esta música expressa o cuidado de Deus através do conhecido verso: "Pois se Deus protege as aves, cuidará também de mim." Quando tudo parece voltar-se contra você, Deus ainda está cuidando de você. O profeta Zacarias usa um dos termos mais ternos da Bíblia quando diz: "Aquele que tocar em vós toca na menina do Seu olho." Zac. 2:8. Deus não permitirá que nada que não venha a contribuir para o seu bem e a glória dEle toque a sua vida.

Se Deus pôde extrair algo bom da situação extrema em que Ethel se encontrava, Ele pode fazer o mesmo com você. Lembre-se de que, quando tudo parecer estar contra você, Deus intervirá com um milagre da Sua graça.


15 de setembro Sexta-feira

Quando tudo está contra você – 2

Como um pai se compadece de seus filhos, assim o Senhor Se compadece dos que O temem. Sal. 103:13.

Uma vez, uma nobre mulher muçulmana trouxe o seu neto a um hospital cristão em Rawalpindi, Paquistão, para que lhe examinassem o ouvido. Seu nome era Bilquis Sheikh. Seu esposo a deixara alguns anos atrás. Bilquis era muito respeitada em sua comunidade. Mesmo assim, ela não conseguia afastar um senso de solidão esmagador.

A Dra. Pia Santiago, uma mulher cristã de uma fé vibrante, era sua médica. A Dra. Santiago reparou que Bilquis trazia consigo uma Bíblia. Curiosa, ela perguntou: "Madame Sheikh, o que a senhora está fazendo com este livro?"

Ocorre que aquela importante senhora vinha estudando a Bíblia e o Alcorão por algum tempo, buscando fervorosamente a Deus. Essa busca parecia, de fato, bastante difícil. A Dra. Santiago compartilhou o que o amor de Deus tinha feito por ela.

A doutora aproximou-se dela, segurou sua mão, e disse suavemente: "Fale com Ele como se Ele fosse o seu pai." Aquelas palavras atingiram a mulher muçulmana como se fossem um choque elétrico. Será que Deus era realmente como um pai? Não pode ser verdade, pensou. Deus, um Pai amoroso? E se Deus fosse realmente como um pai? Ao voltar para casa, Bilquis não conseguia tirar aquele pensamento da sua mente. Horas depois de deitar-se, continuava acordada. Com ternura, ela relembrou como o seu próprio pai colocava tudo de lado para escutar sua filha querida. Suponha, apenas suponha, que Deus fosse assim.

Finalmente, bem depois da meia-noite, Bilquis ajoelhou-se no tapete ao lado da cama, trêmula de emoção e incerteza. Olhando para o céu, exclamou: "Ó Pai, meu Pai – Deus Pai!"

Bilquis não estava preparada para a maré de confiança que se seguiu. De repente, ela não se sentia só. Deus estava presente. Nada no passado daquela mulher a havia preparado para um encontro assim. Dentro do que a sua própria cultura religiosa havia lhe ensinado sobre Deus, ela não podia imaginá-Lo suprindo suas necessidades. Mas foi exatamente isto que Deus fez. Ele tornou-Se pai, esposo e irmão para ela. Quando tudo parece estar contra você, Deus está presente como um amoroso Pai.


16 de setembro Sábado

Quando tudo está contra você – 3

Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim. Gál. 2:19 e 20.

Dudley sofreu demasiados golpes em sua vida. Seu pai abandonou a família quando ele tinha seis anos, e sua mãe teve que ir trabalhar em uma fábrica de material bélico. Logo, ela casou-se com um homem com tendência a acessos de ira. Dudley nunca esqueceria as brigas no meio da noite. Finalmente, ele foi morar com sua avó. Mas ela não podia lidar com ele. Em desespero, ela o matriculou em uma escola militar. Em um ano, ele foi expulso.

Um fim de semana, passeando nas imediações da Base Aérea New Castle, pela primeira vez ele viu um avião, um caça Mustang. Dudley ficou como que hipnotizado. Um ex-piloto tornou-se seu amigo. O Capitão James Shotwell pareceu sentir o quão perdido e confuso estava o rapaz.

Eles tiveram longas conversas sob as asas de um Mustang. Uma vez, quando o rapaz disse que queria deixar a escola, o capitão disse: "Dudley, você faz-me lembrar um pardal cego. Ele sabe voar, mas não pode, porque não consegue enxergar… Você tem as ferramentas certas, Dudley. Use-as! Não importa o que você faça nesta vida, você precisa desenvolver uma coisa – um senso de direção."

Um dia, Dudley recebeu uma notícia chocante. James Shotwell estava morto. Ele perdera um motor quando voltava de uma missão de treinamento para a base aérea. Shotwell poderia ter-se ejetado e se salvado, mas o avião estava caindo sobre uma área povoada. Shotwell permaneceu no avião, conduzindo-o para longe das casas, até que foi tarde demais para acionar o assento ejetável.

Pela primeira vez, Dudley percebeu quanto o Capitão Shotwell significava para ele. As palavras de Shotwell sobre o pardal cego martelavam-lhe a mente. A atitude negativa de Dudley deu lugar a uma fé profunda em Deus. Sua vida virou de cabeça para baixo porque alguém que ele amava fez o sacrifício supremo. Aquele ato de coragem pareceu ofuscar o passado ruim de Dudley, dando-lhe um novo ponto de partida.

A morte sacrifical de Cristo também nos dá um novo ponto de partida. Quando tudo está contra nós, podemos, na cruz, começar novamente.


17 de setembro Domingo

Quanto tudo está contra você – 4

A verdadeira luz, que, vinda ao mundo, ilumina a todo homem. João 1:9.

Lizzie começou a vida muito por baixo. Esmagada pelo abuso e negligenciada em sua infância, finalmente ela fugiu para a vida nas ruas. Enquanto criança, quase todas as noites, quando seu pai voltava do trabalho para casa, ele forçava Lizzie a ficar em pé, de braços estendidos para a frente. Então, batia nela com o cinto até que ela chorasse. Ele apenas presumia que ela fizera algo errado naquele dia.

À medida que crescia, Lizzie ia sofrendo cada vez mais abuso. Ela era um caso clássico de uma pessoa que não teve chance na vida, nem chance de uma vida emocional saudável.

Mesmo assim, contra todas as perspectivas, aquela menina venceu. Avancemos alguns anos. Encontramos Lizzie transformada em Angel Wallenda, exibindo-se diante de grandes platéias, caminhando na corda-bamba com seu marido, Steven.

Steven Wallenda era um membro da mais famosa família de acrobatas da corda-bamba do circo. Quando conheceu Lizzie, ele ficou logo afeiçoado por sua personalidade amável e amistosa. Ela havia passado por tantas coisas e mesmo assim parecia bastante otimista com tudo. Steven considerava-a uma dádiva de Deus para sua vida.

A menina a quem um pai cruel fustigara podia agora levantar a cabeça bem alto e movimentar-se com elegância e precisão na corda-bamba. E havia outras coisas que ela fazia. Angel demonstrava uma extraordinária estabilidade emocional. Quando o câncer ameaçou sua carreira e sua vida, ela não se desesperou. Ela lutou, provando ser uma fonte de força para o seu marido. Quando parte da sua perna teve de ser amputada, ela não desistiu. Lutou para fazer o impossível. Angel tornou-se a única pessoa na história a andar na corda-bamba com uma perna artificial!

Seja qual for a sua origem, sejam quais forem as suas dificuldades, Cristo é a luz verdadeira que ilumina a todos. A luz do amor de Cristo pode inspirar sua vida hoje. A luz da graça de Cristo pode resplandecer em seu rosto, apesar das circunstâncias pelas quais você tem passado. Quanto mais profunda for a escuridão, mais a luz de Cristo brilha.

Quando tudo parece estar contra você, deixe que a luz de Cristo brilhe por seu intermédio.


18 de setembro Segunda-feira

Quando tudo está contra você – 5

Eles, pois, o venceram por causa do sangue do Cordeiro e por causa da palavra do testemunho que deram. Apoc. 12:11.

Dois homens confrontaram-se em uma prisão romena. Um deles era um jovem tenente seguro de si chamado Grecu. O outro era um dedicado pastor cristão chamado Richard Wurmbrand.

Grecu estava sentado em uma escrivaninha com um cacetete de borracha, pronto para interrogar Wurmbrand mais uma vez. Naquela manhã ele gritou: "Suas histórias eram só mentiras." A recusa de Wurmbrand de dar os nomes de seus associados e de seus contatos com o Ocidente deixou Grecu furioso.

Grecu moveu sua cadeira para trás e bradou: "Basta! Aqui está uma folha de papel. Nós sabemos que você vem se comunicando em código com outros prisioneiros. Precisamos saber exatamente o que cada um disse." O tenente golpeou a escrivaninha com o cacetete. "Você tem meia hora." E saiu da sala.

Richard Wurmbrand enfrentou um terrível dilema ao contemplar aquela folha de papel em branco. Ele tinha que escrever uma confissão, mas não queria revelar nada que pudesse colocar em risco seus companheiros de prisão. Quase tudo o que dissesse podia ser distorcido e transformado em evidência de que ele era um espião.

Finalmente, o pastor decidiu fazer uma confissão – da sua fé em Jesus Cristo: "Sou um discípulo de Cristo, quem nos deu amor pelos nossos inimigos. Nunca falei nada contra os comunistas. Eu os compreendo e oro por sua conversão, para que venham a tornar-se meus irmãos na fé."

O testemunho de Richard Wurmbrand teve um poderoso efeito sobre Grecu, que era ateu. O coração de Grecu foi tocado. A confissão de fé de Richard Wurmbrand levou a uma série de discussões sobre o cristianismo e o verdadeiro significado da vida. Mais tarde, Grecu se entregou aos apelos de Cristo.

Nosso testemunho da fidelidade de Cristo é muito poderoso. Em todas as situações, Deus coloca um testemunho positivo em nossa vida para que sejamos uma bênção para outros. Quais sejam suas circunstâncias, hoje, deixe que seu testemunho toque outros através de sua vida. Quando tudo está contra você, deixe que Cristo lhe conceda um testemunho.


19 de setembro Terça-feira

Quando tudo está contra você – 6

Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida. João 14:6.

Lin Yutang era um cristão chinês de terceira geração. Seu pai servia como ministro presbiteriano em uma pequena vila. Ao terminar a faculdade, Lin foi lecionar em Pequim, onde começou a absorver as idéias humanistas que o cercavam.

Lin estabeleceu uma sólida reputação como acadêmico e escritor de livros que se tornaram campeões de vendas. Então, um dia, sua esposa, uma cristã, convidou-o para ir à igreja. Eles estavam na cidade de Nova Iorque naquela ocasião.

Lin acompanhou sua esposa, e ambos assistiram ao culto em uma igreja na Avenida Madison. O pastor foi bastante eloqüente em seu sermão sobre a vida eterna, mas Lin não se interessou muito por aquele assunto.

Uma coisa que ele ouviu, no entanto, ficou em sua mente. Poderia realmente haver algo mais na vida do que esta rotina secular, cotidiana? A pergunta o perseguia e finalmente o compeliu a dar uma olhada mais aprofundada na Bíblia. Ele disse a si mesmo que estava apenas relendo os Evangelhos, mas logo se viu contemplando a Deus face a face, na pessoa de Cristo.

A imagem que Lin tinha de Deus começou a mudar. Ele ficou perplexo ao ver que Deus, da maneira como Jesus O revelava, era muito diferente daquilo que as pessoas falavam. O evangelho passou a fazer sentido para Lin. Agora, era o materialismo que não se encaixava com a realidade. Ele não podia acreditar que o mundo era, como ele dizia, "apenas um redemoinho de átomos obedecendo a leis mecânicas cegas". Não, os seres humanos tinham escolhas morais para fazer. Seres humanos complacentes e frágeis tinham que aceitar ou rejeitar o evangelho. Lin Yutang encontrou suficiência completa em Cristo e em Seu evangelho.

Por vezes, as dúvidas podem acumular-se na mente de cristãos sinceros. Jesus provê certeza em nossos momentos de dúvida. Ele esclarece nossas dúvidas. Não responde necessariamente a todas as nossas perguntas, mas Ele nos dá a Si mesmo. O cristianismo não é um argumento; o cristianismo é Jesus. Quando as dúvidas ameaçarem obscurecer sua fé, abra os Evangelhos. Reaproxime-se de Jesus. Apaixone-se por Ele outra vez.

Quando tudo está contra você, ainda há Jesus, e Ele é o suficiente.


20 de setembro Quarta-feira

Quando tudo está contra você – 7

Porque maior é Aquele que está em vós do que aquele que está no mundo. I João 4:4.

Lou vinha obtendo muito sucesso na firma de investimentos em que trabalhava. Após a morte do seu pai, ele começou a trabalhar ainda muito jovem, traçando seu caminho pelo mundo. Lou ficou viciado com o gosto do sucesso. Escolher as companhias certas, saber quais ações podiam estar desvalorizadas, que mercados estavam em crescimento, tudo isso o mantinha inebriado.

Lou começou a jogar pesadamente com alguns fundos de companhias. Ele estava decidido a ter um estilo de vida sofisticado, e nada iria impedi-lo. Finalmente, Lou começou a ter que enfrentar alguns obstáculos em sua vida. Ele começou a retirar dinheiro de fundos de investimentos de diferentes companhias. Ele disfarçava essas operações, de maneira que ninguém pudesse descobrir o que vinha fazendo.

Mas Lou continuava a perder dinheiro. Um dia, alguém da firma expôs suas transações. O chefe teve de confrontá-lo. Lou deveria pagar vários milhares de dólares, ou seria processado judicialmente. Naquela ocasião, Lou começara a consultar um médico por causa de problemas físicos. O médico era um cristão que acreditava haver problemas espirituais por trás das queixas físicas do paciente. Eles conversaram bastante. Lou resolveu abrir-se para o médico.

O médico cristão falou sobre outra força do mundo, a força do amor de Deus. Ele falou sobre o Deus que deu a Si mesmo na cruz. Lou decidiu reconstruir sua vida e investir na graça de Deus.

Lou confessou tudo o que fizera para o seu chefe. E, o mais importante, Lou confessou tudo para Deus. Sem condições de devolver o dinheiro, foi preso e julgado. Lou confessou tudo para o juiz. Mais tarde, sua sentença foi suspensa por ser réu primário.

Nos anos seguintes, Lou enfrentaria momentos de dificuldades, afastado da família e sem encontrar emprego. Seu sucesso ficou para trás, mas ele encontrou algo mais que o fez muito mais feliz. Podemos encontrar-nos em situações extremamente embaraçosas. A vida pode desmoronar ao nosso redor. Mas Deus sabe muito bem como tirar-nos de circunstâncias difíceis. Quando tudo está contra você, lembre-se de que o Deus que reconstruiu a vida de Lou também pode reconstruir a sua.